FGC - Quem Somos

QUEM SOMOS

Criação

Desde a década de 90, por conta da crescente preocupação das autoridades com a estabilidade do sistema financeiro, começaram a surgir, de maneira formal, os sistemas de garantia de depósito, o que acabou se tornando uma verdadeira tendência mundial. O Brasil, por sua vez, não ficou para trás.

A estabilidade do sistema financeiro pode ser entendida como a implementação de instrumentos de acompanhamento e controle que formam espécies de redes de proteção.

Empréstimos de última instância, regulação eficaz, fiscalização eficiente, estrutura legal adequada e proteção direta a depositantes, por meio de um sistema garantidor, são alguns dos componentes dessa rede e visam um sistema bancário sólido e saudável.

É dentro desse contexto que, em agosto de 1995, uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) autoriza a “constituição de entidade privada, sem fins lucrativos, destinada a administrar mecanismos de proteção a titulares de créditos contra instituições financeiras", segundo termos do documento.

Dessa forma, em novembro de 1995, nasce o Fundo Garantidor de Créditos (FGC), uma associação civil, sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado. Muito mais do que “pagador de dívidas”, que só surge em cena em momentos dramáticos, o FGC conta com profissionais preparados para agir de maneira preventiva em todo o sistema bancário e financeiro, atuando de maneira pontual e, muitas vezes, silenciosa para garantir um funcionamento fluido e harmônico de todo o sistema.

 

 

 

 

NOSSA IDENTIDADE

Missão

f38d194e-b5b8-4aae-9b4d-de5098a4bb70_600x400_636275188443940000

Proteger depositantes e investidores no âmbito do Sistema Financeiro Nacional, até os limites estabelecidos pela regulamentação;

f38d194e-b5b8-4aae-9b4d-de5098a4bb70_600x400_636275188429940000

Contribuir para a manutenção da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional;

f38d194e-b5b8-4aae-9b4d-de5098a4bb70_600x400_636275188417230000

Contribuir para a prevenção de uma crise bancária sistêmica.

Propósito

Contribuir para a confiança  das pessoas no Sistema Financeiro nacional.

 

Valores

Interesse Público | Excelência | Integridade

Respeito | Orgulho

Princípios de Confiança

  • Rigor técnico para preservar a imparcialidade e a isenção
  • Legitimidade para ser respeitado
  • Tempestividade para ser eficiente e justo